Buenos Aires

O Que Esperar de Buenos Aires

Buenos Aires

A capital argentina que vem atraindo visitantes há anos. Não só pelos seus maravilhosos monumentos históricos como também por sua cozinha excepcional – certamente é um destino diferente de qualquer outro. Passeie dentro e fora de museus, cafés, mercados artesanais, belos jardins e desfrute do romantismo da cidade. Por isso, este mini guia introdutório de viagem a Buenos Aires é perfeito para quem está planejando uma viagem inesquecível!

Curiosidades

1. Buenos Aires é uma das 24 entidades federais e a capital do país. Devido a ser a sede do governo federal é chamada de Capital Federal;

2. Portanto chega a ser a cidade com o maior conglomerado urbano argentino. E uma das mais populosas da América do Sul; é dividida em 48 bairros, organizados em 15 comunas.

3. A Cidade de Buenos Aires foi fundada em 1580 pelo colonizador espanhol Juan de Garay. Quem a chamou de “Ciudad de la Santísima Trinidad” (Cidade da Santíssima Trindade).

4. Porém registra-se uma fundação anterior, em 1536, de outro explorador ibérico, Pedro de Mendoza. Nesse momento, no entanto, ela não foi considerada cidade por não cumprir as Leis das Índias.

5. Finalmente no século XIX o Estado argentino, com a missão de povoar a extensa nação, promoveu a imigração europeia.

6. Como resultado, o porto de Buenos Aires acabou transformando-se no primeiro ponto de chegada dos Espanhóis, Italianos, Sírio-Libanêses, Poloneses e Russos. Imigrantes que posteriormente logo definiram o ecletismo cultural que distingue a cidade.

7. Posteriormente, ao longo do século XX, as migrações internas – as de países latino-americanos e as da Ásia – terminaram de conformar Buenos Aires como uma cidade cosmopolita e dinâmica. Rica em diversidade cultural.

O que esperar de Buenos Aires

IDIOMA: o idioma oficial é o espanhol / castellano, porém em toda a área turística é muito comum encontrar pessoas que falam “portunhol”.​

FUSO HORÁRIO: é o mesmo de Brasília, UTC – 3, no entanto, aqui não tem horário de verão.​

MOEDA: a moeda oficial é o peso argentino mas no setor turístico o dólar e o real são muito bem aceitos.​

VOLTAGEM: a voltagem na Argentina é de 220 / 240V. Por isso é bom trazer um adaptador / transformador.​

CLIMA: a temperatura média anual em Buenos Aires é de 18°C.​

ESTAÇÃO FRIA: o inverno começa em Junho mas as temperaturas costumam baixar já no final de Maio. Embora as manhãs de Julho e Agosto raramente comecem acima de 10°C – e sendo Julho o mês mais frio – só existem três registros de neve em toda a história.

ESTAÇÃO QUENTE: o verão começa no final de Dezembro, sendo Janeiro o mês mais quente.​

Quando vir a Buenos Aires

Certamente as melhores épocas para conhecer a cidade são durante a primavera e o outono. Em outras palavras, de Março a princípio de Junho e de Setembro a princípio de Dezembro. Porém, se você só pode vir no começo do ano, eu recomendo que seja depois do alto verão, ou melhor dizendo, a partir de fevereiro. Porque durante o alto verão – que vai de fim de Dezembro ao final de Janeiro – não é nada confortável fazer turismo a céu aberto.

Documentação

Devido ao acordo Mercosul, os brasileiros que queiram ingressar à Argentina só precisam: ou de um RG com foto que permita identificar claramente o titular. Ou do passaporte. O visto você recebe quando passar pela imigração ao entrar no país.

Depois que você ingressa no país, tem até 90 dias de estadia legal. Portanto, se vai precisar morar aqui tem dar entrada nos documentos de moradia. Além disso, se for precisar ficar mais de 90 dias mas não vai morar, precisa pedir uma prorrogação de visto na imigração. Ou pode sair e voltar ao país que o prazo se renova automaticamente. Pode, por exemplo,  ir e voltar até Colônia do Sacramento. Já que fica aqui pertinho no Uruguai, e o visto volta a valer mais 90 dias quando passar na imigração.

Seguro de Viagem

Nas viagens para a Argentina, assim como em qualquer viagem internacional, os viajantes devem ter em conta precauções básicas, tais como – contratar seguro internacional (saúde, vida) por todo o período da viagem.

Como Fazer Ligações Telefônicas

Primeiro de tudo, para entender melhor:

  • O código de chamada internacional é o “00”.
  • O código DDI da Argentina é “54” (do Brasil é “55”).
  • Já o código DDD de Buenos Aires é “11”.
  • Os números de telefone de Buenos Aires são compostos por 8 dígitos.
  • Na Argentina NÃO USAMOS códigos de operadoras.
  • E para ligar para celulares tem que colocar o código “15” na frente do número.

Portanto, vamos aos exemplos:

Ligar da Argentina para o Brasil: 00 + 55 + DDD da cidade de destino + n° do telefone. Exemplo: 00 55 92 1111-1111.

De números de Buenos Aires para números de Buenos Aires:
De fixo para fixo, exemplo: 2222-2222.

De celular para fixo, exemplo: 3333-3333
De celular para celular: 4444-4444
De fixo para celular, exemplo: 15 5555-5555

Ligar do Brasil para a Argentina: 00 + (código da operadora de sua preferência) + 54 + código da cidade de destino + n° do telefone. Exemplo: 00 (operadora) 54 11 2345-6789.
Porém, quando for ligar para celulares da Argentina, tem que colocar o código “9” antes do código da cidade, ou seja, exemplo: 00 (código da operadora) 54 9 11 2345-6789.

Exemplos de operadoras no Brasil: 21 (Embratel), 14 ou 31 (Oi), 15 (Vivo), 12 (CTBC), 41 (Tim).

Telefones Úteis

O consulado brasileiro possui um serviço de atendimento de emergência.

São exemplos de situações emergência:
– falecimento ou desaparecimento
– hospitalização
– prisão
– impossibilidade de embarque em aeroporto em razão de furto ou perda de passaporte/carteira de identidade
– maus tratos/violência/sequestro
– catástrofe natural

Facilite seu roteiro reservando nesse post

Boa viagem e boas férias!

Beta

Alguns dos links acima são fruto de uma parceria comercial entre o DePasseioPor e a empresa sugerida. E sem nenhum custo adicional para você, eu ganho uma pequena comissão se você fizer uma compra. Essa renda serve para apoiar este site e mantê-lo grátis para você e todos os demais! Saliento que aceito parcerias comerciais apenas de empresas que conheço. E publico apenas informações que julgo relevantes para meus leitores e que possam auxiliar no planejamento de suas viagens. Conheça a política de remuneração do DePasseioPor.

O que achou do artigo?

Pin It