Bairro Recoleta

Cemitério de Recoleta Buenos Aires

O

O Cemitério de Recoleta deve seu nome a que ali estava o convento dos monges recoletos. Ao convento também pertencia a vizinha Basílica Nuestra Señora del Pilar (na antiga horta dos monges se construiu o cemitério). 

É o mais visitado da cidade, por suas numerosas e imponentes tumbas, pertencentes a muitos dos principais protagonistas da historia argentina, como o de Eva Perón (Evita), uma das tumbas mais visitadas.

Assim mesmo, merece uma visita pelo seu valor arquitetônico, já que é uma mostra dos tempos em que o país era uma potência econômica emergente e as principais famílias da cidade competiam por construir túmulos esplendorosos.

É o mais visitado da cidade, por suas numerosas e imponentes tumbas, pertencentes a muitos dos principais protagonistas da historia argentina.

CURIOSIDADES

  • Muitas das abóbadas e mausoléus são obra de importantes arquitetos e estão enfeitados com mármore e esculturas;
  • Mais de 90 sepulturas foram declaradas Monumento Histórico Nacional.
  • Foi construído em 1822 como o primeiro cemitério público da cidade e seu traçado é obra do engenheiro francês Próspero Catelin.
  • Logo, no final do século XIX, quando as famílias mais abastadas começaram a se mudar pra essa zona da cidade, passou a se converter na sua necrópoles preferida.
  • Recentemente, o Governo da Cidade realizou uma restauração da sua entrada para recuperar seu desenho e características originais.
  • Entre as personalidades enterradas no Cemitério de Recoleta figuram líderes políticos, presidentes da Nação, escritores, Prêmios Nobel, desportistas e empresários.
  • Pode causar um pouco de impressão ver os caixões à mostra, sim eles não são enterrados e podem ser vistos pelas portas de vidro à propósito, mas ainda assim vale a visita.

Onde fica: Junín, 1760. Bairro Recoleta.

Como chegar: Ônibus: 17, 61, 62, 67, 92, 93, 10, 37, 38, 41, 59, 60, 95, 101, 102, 108, 118, 124, 130.

Dias e horários: Todos os dias das 07:00 às 17:30

Preço: a entrada é livre e gratuita.

Acessibilidade
  • Acessibilidade Física: Nível de acesso, rampa, plataforma de elevação, acesso alternativo.
  • Acessibilidade Física: Instalações sanitárias adaptadas.
  • Acessibilidade Física: Design de maneira acessível
  • Acessibilidade Visceral: Tem áreas de descanso

Facilite seu roteiro reservando nesse post

Boa viagem e boas férias!

Beta

O que achou do artigo?

Pin It