Alimentos que podem e não podem entrar na Argentina

REQUISITOS E PROCEDIMENTOS PARA INGRESSAR OU RETORNAR AO PAÍS
A entrada sem autorização de produtos e subprodutos de origem animal, vegetal ou animais vivos pode introduzir pragas e doenças ao território de qualquer país e afetar a produção nacional. Isso pode causar uma série de transtornos às exportações de produtos produzidos pelo mesmo o que prejudica as economias regionais. Por este motivo, cada país tem um órgão que regula o que pode ou não entrar em cada território e, esse órgão aqui na Argentina é o Senasa. Ele trabalha de maneira constante nos aeroportos, portos e fronteiras de todo o país para detectar produtos que podem colocar em risco a produção agropecuária e a saúde da população.
Por isso, antes de viajar à Argentina consulte os requisitos e normas (Resolución 295/1999) para a entrada de alimentos, animais, vegetais e produtos agropecuários. O pessoal do Senasa poderá apreender aqueles produtos que não cumpram com as autorizações correspondentes.




PRODUTOS AUTORIZADOS
- Conservas: de pescados, porco, aves.
- Produtos lácteos: leites líquidos pasteurizadas, leite condensado, leite em pó, iogurte, manteiga, doce de leite, queijos elaborados à base de leites pasteurizados
- Frutas ou vegetais processados: batatas fritas, frutas em amíbar, vegetais em vinagre ou outros conservantes, conservas de frutas e hortaliças, produtos secos torrados e/ou salgados (amendoim, amêndoas, etc.), vegetais enlatados ou embalados à vácuo.
-Outros produtos: geleias, frutas confeitadas, sucos, açúcar, azeite.
Estes produtos deverão estar devidamente rotulados. Serão permitidas quantidades que estejam de acordo ao consumo pessoal.


PRODUTOS NÃO PERMITIDOS
- Alimentos: produtos de manufatura caseira, carnes de qualquer espécie animal, embutidos, presuntos, mel, produtos e derivados lácteos, alimentos sem identificação ou rótulo.
- Vegetais: frutas e hortaliças frescas; flores e plantas de jardim; plantas frutíferas, ornamentais e silvestres vegetais e suas partes (sementes, raízes, gemas, etc.)
- Animais vivos: em caso de animais de estimação tem requisitos específicos.
- Outros produtos: alimentos para animais, produtos apícolas (cera, própolis, etc.), produtos veterinários (soros, vacinas e outros), insetos, bactérias, fungos, material reprodutivo e outros microrganismos para investigação.


Veja aqui no site do SENASA a informação completa e sempre atualizada.


CONVERSATION

7 comentários:

  1. Será que posso levar goma de tapioca? Como uma boa nordestina não fico sem a minha tapioca no café da manhã.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tráz, se ficar na alfândega voce compra aqui no Bairro Chino (prepara o bolso). Aproveita e traz pra mim também, porque né? haha

      Excluir
  2. Oi Roberta!! Fiquei com uma dúvida, posso levar na mala barras de cereal???
    Esse é um tipo de alimento que sempre carrego comigo na bolsa pra qdo a fome aperta! Obrigada!!!!

    ResponderExcluir
  3. Oi boa tarde gostaria de saber se e besteira levar arroz e feijão para boenos areis vamos ir para la em Junho Samoa em 9 adultos.

    ResponderExcluir
  4. Será que posso levar açai? Ele é processado e pasteutizado

    ResponderExcluir
  5. Tem algum documento.q me permita levar carne?

    ResponderExcluir

Instagram

@depasseiopor