Pode subir no Obelisco de Buenos Aires?



A democracia del símbolo, que é o nome do projeto do artista Leandro Erlich.

É uma iniciativa artística e social única, resultado da articulação entre o artista e seu estúdio, MALBA, o governo da cidade de Buenos Aires e a empresa Fate, a maior produtora de pneumáticos da argentina.

A obra consta de duas partes. 

Por um lado, na localização do  Obelisco, o artista interveio diretamente  no monumento, fazendo desaparecer sua ponta, que reaparece na explanada do MALBA com uma reprodução em escala real. 



Dessa maneira, o público poderá ingressar ao cone da pirâmide, e desfrutar das quatro vistas aéreas do monumento central no imaginário de todos que visitam e moram na cidade.

O Obelisco foi construido em 1936 pelo arquiteto modernista Alberto Prebisch. 

Desde então é o ponto de reunião, festejos e manifestações populares. 

Tem sido também inspiração de inumeráveis projetos artísticos de fotógrafos pioneiros como Grete Stern e Horacio Coppola – que registrou a construção em fotos –, Marta Minujín e Leandro Katz, entre muitos outros.



Seu interior lá no alto sempre despertou a curiosidade de todos e este projeto oferece pela primeira vez a possibilidade de democratizar seu acesso, transformando-o em um monumento público, aberto a todos.

Onde fica:  NOVO ENDEREÇO

Dias e horários: Quarta a segunda das 12:00 às 20:00h, terças fechado. (a exposição está prevista para até março de 2016)

Preço: a entrada é livre e gratuita.

Mais informações: La Democracia del Símbolo

Gostou das dicas? Então inscreva seu e-mail para receber todas as novidades.

CONVERSATION

0 comentários:

Postar um comentário

Instagram

@depasseiopor